ASSESSORIA COPMPR

Nove Anos de Assofepar – 11/12/2023

Em noite festiva e de grande alegria, expressiva representação do oficialato paranaense se reuniu para comemorar os nove anos da nossa ASSOFEPAR, em evento realizado dia 11 de dezembro de 2023, numa demonstração inequívoca de honra e orgulho em fazer parte dessa associação que atingiu níveis elevados de maturidade, independência e respeitabilidade junto ao público interno, órgãos governamentais, veículos de mídia e sociedade em geral.

As comemorações foram muito prestigiadas, com a presença de associados e amigos que foram recepcionados no Clube dos Oficiais pelo Presidente da ASSOFEPAR, Cel. Veterano Luiz Rodrigo Larson Carstens, dos quais destacamos as insignes presenças do Exmos. Srs. Coronéis da ativa Jefferson Silva, Comandante-Geral da PMPR, Paulo Henrique Semmer, Subcomandante-Geral da PMPR, Antonio Geraldo Hiller Lino, Subcomandante-Geral do CBMPR e Valmor Anderson Pereira, Chefe do Estado-Maior da PMPR.

Destacamos, ainda, a presença dos Exmos. Srs. Coronéis Veteranos ex-comandantes-Gerais da PMPR e do CBMPR Raul Victor Lopes, David Antonio Pancotti, Mauricio Tortato, Rene Roberto Witek, Almir Possiedi Junior (Pres. AVM) e Edemilson de Barros.

Contamos ainda com as presenças dos Exmos. Srs. Coronéis Veteranos Izaías de Farias Presidente do Clube dos Oficias, Altair Mariot, Presidente da AMAI e Sérgio Luiz Malucelli, Presidente da FETRANSPAR, bem como do Exmo. Sr. Delegado Gutemberg Luz Neves Ribeiro, Presidente da ADEPOL/PR, e de uma comitiva representativa dos Cadetes da APMG.

Após as falas iniciais foram externadas justas homenagens ao Exmo. Sr. Coronel Veterano Edemilson De Barros, e ao Exmo. Sr. Cap. Veterano Divonzir Pereira Machado, por suas emblemáticas participações nas gestões 2019/21 e 2021/23 da Associação e finalizada a noite com um agradável coquetel que oportunizou o congraçamento entre os presentes.

Fonte: assofepar

Nove Anos de Assofepar – 11/12/2023 Read More »

Natal solidário 2023

O Natal é uma época de alegria e celebração, mas também é um momento de reflexão sobre as desigualdades sociais. Por isso, mais uma vez, Comunidade natal solidário Curitiba levantou a bandeira da solidariedade, realizou uma grande mobilização arrecadando gêneros de alimentação, peças de vestuário e brinquedos para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Esta ação contou com a colaboração e participação direta dos Conselho Comunitário Associação de Moradores do Jardim Botânico, Barion Chocolates, Beijo Baiano(Indústria de biscoitos, panetones), Café Alvorada, Conseg Jardim Botânico, Embaixadoras do Bem, Fundação Club Athletico Paranaense, Grupo de Jovens São Gaspar Bertoni, Mônica Maria Sarno Pacheco da Fonseca, ministério princesas do pai, moinho anaconda, TAJ Bar Curitiba, Santuário Nossa Senhora de Lourdes, Rotary Club Alto da Glória, princesa dos campos, entidades e empresas que apoiaram e participam da campanha.

A Comunidade natal solidário Curitiba agradece a participação de todos que contribuíram para o sucesso desta campanha, seja doando, divulgando nas redes sociais ou ajudando na arrecadação e distribuição. Com a sua ajuda conseguimos levar o apoio, a atenção e contribuir de forma diferenciada com muitas comunidades carentes, trazendo conforto e alegria a inúmeras famílias.

O Clube dos Oficiais da PMPR participou disponibilizando suas instalações físicas para o acolher às equipes de trabalho que com muita dedicação e vibração realizaram a preparação dos kits a serem distribuídos.
Acreditamos que, juntos, podemos fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Que o espírito natalino nos inspire a continuarmos praticando a solidariedade ao longo de todo o ano que está chegando.

A nossa sincera é destacada continência a Comunidade natal solidário Curitiba pelo brilhante trabalho em prol dos nossos irmãos.

Instituições Beneficiadas pelo Natal Solidário Curitiba 2023

  • Associação de Moradores da Vila Agrícola
  • Grupo de Voluntários Geral do Bem (Sra. Menaide)
  • Casa de Repouso Bem Cuidar Pinhais
  • ONG Luciana e Marias
  • Geração Solidária – Associação do Tatuquara
  • Comunidade Rio Bonito (Entrega – Comunidade Nossa Senhora do Rocio)
  • ONG Passos da Criança – Vila Torres
  • CMEI Cantinho Feliz – Irmã Clementina
  • FAS com a Secretária Municipal Maria Alice
  • Casinha do Pão – Vila Torres
  • ISELD

Natal solidário 2023 Read More »

1º TORNEIO DE JIU-JITSU DO CBMPR 2023

No dia 28 de outubro de 2023 foi realizado o 1º Torneio de Jiu-Jitsu do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná e ainda o Aulão de Defesa Pessoal em referência ao mês do outubro rosa. Os eventos foram organizados pelo Centro de Educação Física e Desporto do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná que contou com a participação de 71 atletas, que realizaram um total de 111 combates, e 43 mulheres participantes do Aulão.

A competição contou com atletas de todo o Estado do Paraná, bombeiros e policiais militares e também atletas civis convidados em divisões por faixa idade e peso em sistema de “dupla eliminatória” garantindo que todos os atletas entrassem no tatame para as disputas ao menos duas vezes.

Além das disputas, o evento contou também com um super “Aulão de Defesa Pessoal para Mulheres” em alusão a campanha “Outubro Rosa”, ministrado pela Professora Nika Schwinden, professora faixa preta de Jiu-Jitsu e idealizadora do projeto “Quando uma Vence, Todas Vencem”, que abrilhantou e fez desta atividade um dos pontos altos do evento onde discutiu-se importantes pautas sobre a promoção da defesa de mulheres e ainda o autocuidado.

O Clube dos Oficiais da PMPR cedeu toda a instalação do Clube para que o evento fosse sediado, garantindo espaços para recepcionar os competidores e familiares em um evento aberto ao público e ao mesmo tempo acolhedor para todos.

1º TORNEIO DE JIU-JITSU DO CBMPR 2023 Read More »

REUNIÃO COM SENADOR SERGIO MORO

O Presidente do Clube dos Oficiais da PMPR, representada por seu Presidente Cel. PMRR Izaias de Farias, acompanhado do Presidente da Assofepar Cel. PMRR Rodrigo e seu Vice-Pres. Cel. PMRR Breunig participaram de evento organizado pelo Exmo. Sr. Senador Sergio Moro,
Integrante da Comissão de Constituição e Justiça e da Comissão de Segurança Pública do Senado Federal.

Nesse evento foram discutidos temas atinentes à Segurança Pública, com abordagem de questões práticas e legais, bem como sobre projetos de lei que propiciem melhores condições de trabalho para os operadores de segurança pública.

O Evento denominado “Diálogo com Senador Sergio Moro” ocorreu nesta segunda-feira, dia 16 out. 23, e prestou-se para uma produtiva troca de ideias e experiências, no fito de buscar contribuir com o nobre Senador em sua atividade parlamentar.

Convictos de que a participação do COPMPR em eventos dessa natureza é de suma importância para aumentar a representatividade da classe dos Oficiais da PM e BM do Paraná, permaneceremos atentos e à disposição para colaborar com todos os nossos parlamentares.

REUNIÃO COM SENADOR SERGIO MORO Read More »

Celebração em comemoração aos 111 Anos do Corpo de Bombeiros Militares do Paraná

Na noite desta terça-feira, dia 10 out. 23, o Presidente do Clube dos Oficiais da PMPR, representada por seu Presidente Cel. PMRR Izaias de Farias, participou das celebrações realizadas na Câmara de Vereadores de Curitiba atinentes aos 111 anos do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná e à entrega do título de Vulto Emérito de Curitiba ao Sr. Cel. QOBM Manoel Vasco de Figueiredo Junior.

O Clube dos Oficiais cumprimenta a todos os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná por esta data tão significativa e ao Sr. Comandante-Geral do CCB, nosso membro do conselho deliberativo do COPMPR, pela distinta e merecida honraria.

Celebração em comemoração aos 111 Anos do Corpo de Bombeiros Militares do Paraná Read More »

Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Paraná comemora 65 anos de sua criação

Neste ano de 2023 o Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Paraná
comemora 65 anos de sua criação. E num evento fortuito, os familiares de
Adolfo Kreitlov (1910-1999) primeiro proprietário da área de terra e idealizador
da bela propriedade no bairro Hauer onde o Clube dos Oficiais tem sua sede
estabelecida, foram convidados a colaborar com a memória desse espaço social.
Da parte da família fica o agradecimento pelo interesse e pela possibilidade de
relembrar um período na vida de Adolfo extremamente profícuo, momento em
que com o seu tino empreendedor conseguiu destaque naquilo que lhe era
particular – a atividade comercial –, tornando-se um empresário respeitado e de
sucesso.


Atendendo então ao convite da Associação dos Oficiais Policiais e
Bombeiros Militares do Estado do Paraná e dos membros da Diretoria do
referido Clube, buscou-se lembranças, fatos e documentos que pudessem dar
identidade à casa. Foi um momento bom, de recordações.


Adolfo Kreitlov, natural de Curitiba, nascido em agosto de 1910, filho de
Emma e Augusto, jogador de basquete talentoso (apesar de sua pouca estatura)
da então Sociedade Beneficente Rio Branco (1), fundada Hanwerker
Unterstützungs Verein em 1884 (2), foi um homem urbano com interesses
urbanos. Prova disso é essa casa que foi um marco construtivo numa parte da
cidade ainda incipiente, e a implementação de ações e benfeitorias que vieram
com a imediata interação do homem empresário na comunidade, a exemplo da
doação do terreno e a constituição física e institucional do rubro negro Vila
Hauer Esporte Clube, em 1955, cujo técnico era o sr. Duia. A diretoria da
agremiação era composta por José Moysés Schelela, Pedro Petryk, Mario
Jaworski, João Lopes Cortiano, todos estabelecidos na região com negócios
e/ou residências. Da mesma forma que fez a doação do terreno que abriga o
Santuário de Santa Rita de Cássia, no Hauer.


Para embasar as pesquisas para este breve histórico recorreu-se ao acervo
do Arquivo Público Municipal, que de maneira solícita repassou informações
que balizaram, agregadas a outros elementos, uma possível data de início das
obras da casa; considerou-se ainda o depoimento de Doroti, hoje com 89 anos
filha de Adolfo que à época da construção tinha 14 para 15 anos e que nos fez
concluir que a cessão da área e a construção da casa foi resultado de uma
parceria profissional entre seu pai e a família Hauer, que tinha como interesse o
loteamento de áreas ao sul da capital, intento este parcialmente realizado e que
abriu caminho para a implantação de bairros importantes e hoje dos mais
populosos de Curitiba, como o Capão Raso, Boqueirão e Vila Hauer, este assim
denominado à época; no entanto, mais do que o vínculo profissional, firmou-se
um vínculo de amizade e confiança entre Adolfo e membros da tradicional
família, especialmente com o sr. Boris Hauer – o clã dos Hauer deixou sua
marca na história de Curitiba e do Paraná em diversas áreas de atividades – que
souberam identificar as qualidades e o tino comercial de Adolfo.


Diante de poucos elementos documentais, recorreu-se novamente à
memória de Doroti, que apontou ter sido o engenheiro e amigo de seu pai
Ernesto Pontoni o responsável pelo projeto da casa e de seu entorno. Este
profissional foi atuante nos anos de 1940, falecido em 2013 aos 92 anos. Por
meio dos documentos oficiais analisados no primeiro momento da pesquisa,
julgou-se que o projeto era de autoria do engenheiro civil Lysis Luiz Moraes de
Castro Vellozo – e uma curiosidade a seu respeito é a de que era um dos doze
filhos do poeta e escritor Dario Persiano de Castro Vellozo, participante do
movimento simbolista no Paraná criador do Instituto Neopitagórico e do
Templo das Musas, local de reunião de intelectuais. No entanto, o possível
projeto de construção assinado por Pontoni infelizmente não foi localizado, mas
até onde as pesquisas puderam alcançar as obras tiveram início entre os anos de
1948/1949, sendo acompanhadas de perto sob o olhar criterioso e sempre
exigente de Adolfo e pelo trabalho profissional do mestre de obras e seus
ajudantes, que infelizmente se mantêm no anonimato.


Chamada de Vila, como assim se denominavam as casas mais elaboradas
em termos arquitetônicos da Curitiba do início aos meados do século XX, ela se
destacava pelo aspecto e alguma contribuição arquitetônica europeia. Mesmo
que a simplicidade do estilo arquitetônico tenha prevalecido na vista externa,
não se distanciou da influência estrangeira bem demonstrada no telhado
acentuado, abrigando sótão ou segundo piso. Em Curitiba os vários grupos


imigrados, dentre eles os italianos e alemães, contribuíram para transformar a
arquitetura e modernizar a cidade que se desenvolveu com características
construtivas próprias desses povos e impulsionada por planos urbanísticos
adotados na cidade que crescia – naquele momento vigorava o Plano Agache,
considerado o primeiro Plano Diretor de Curitiba.


Neste exemplo, em particular, não havia os elementos artísticos usados
na maioria dos solares e vilas mais ao centro da capital à época; talvez por
localizar-se em uma área muito pouco povoada e carente de benfeitorias
públicas, porque fora do perímetro urbano, em terreno bastante alagadiço
banhado mesmo com uma exuberante mata de araucárias: a escolha privilegiou
linhas retas e sem adornos externos. Na imagem colhida do Boletim Casa
Romário Martins (3) vê-se a longa e quase deserta avenida Mal. Floriano
Peixoto que se projetava em direção ao sul do município em 1950, justamente
quando a casa tem a sua construção finalizada.


No entanto, a construção de alvenaria sólida e bem acabada, o
paisagismo impecável, as estufas para abrigar um orquidário e o calçamento em
petit pavé decorado davam um toque aprimorado à residência, murada em toda
a sua extensão de 13.200m.


No que toca ao seu aspecto interno haviam elementos diferenciais e até
esmerados. No livro A Arte do Bem Viver (4) vê-se a descrição do interior das
casas projetadas por arquitetos no início até meados do sec. XX com elementos
que se aproximam do que havia na casa, notadamente na área social, como “a
composição eclética que destaca a localização da sala de visitas por intermédio
de grande abertura finalizada em arco […], acompanhando a curvatura”, e essa
especificidade pode ser observada na foto de casamento de Doroti (5), em 1953,
momento especial e sofisticado em que a bela residência foi “descoberta” pela
alta sociedade de então, que ali se reuniu na ocasião. Destaque também para o
quarto de vestir, suíte, área de serviço, cozinha e despensa independentes e
escadaria em madeira de lei.


Por fim, a casa e todo o seu entorno foi um espaço privilegiado em todos
os sentidos, e que se mantém nas melhores lembranças daqueles que a
usufruíram. Privilégio agora estendido a toda família associativa dos Policiais
Militares do Estado do Paraná, a quem também agradecemos.


Dorothi Kreitlov Jaworski, filha
Denise Jaworski Carvalho, neta
Mariliz Jaworski Schneider, neta
Daysi L. Ramos, sobr.


Referências
(1) Fotografando Curitiba
<http://www.fotografandocuritiba.com.br
(2) Clube Rio Branco [site] História do Clube. Disponível em
http://cluberiobranco.com.br/institucional/
(3) Boletim Casa Romário Martins. O Acervo Wischeral: Documentos de um
olhar. Curitiba: Fundação Cultural de Curitiba, v.31, n.134, 2007, p.75.
(4) A Arte do Bem Viver. Zulmara C. S. Posse e Elisabeth A. de Castro, Curitiba:
Edição das Autoras, 2012
(5) Foto Brasil (estúdio fotográfico criado em 1931), 1953

Clube-dos-Oficiais-PMPRBaixar

Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Paraná comemora 65 anos de sua criação Read More »

Nova parceria Clube dos Oficiais e Assofepar

Pelo presente instrumento particular, de um lado o CLUBE DOS OFICIAIS DA POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ – COPMPR, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º 75.088.062/0001-04, com sede na Rua Frei Henrique de Coimbra, 1011 – Hauer, Curitiba – PR, representado pelo Presidente do Conselho Diretor Cel. PM RR Izaias de Farias, RG. 1.831.902-0, CPF 317.996.209-72, doravante a denominada CONVENENTE, e do outro lado a ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DO PARANÁ – ASSOFEPAR, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º 21.725.466/0001-24, com sede na Rua na Rua Frei Henrique de Coimbra, 1011 – Hauer, Curitiba – PR, representada pelo Presidente do Conselho de Administração, Cel. PM RR Luiz Rodrigo Larson Carstens, RG 1.559.048-3, CPF 392.578.439-04, denominada CONVENIADA, firmam o presente instrumento de convênio que se regerá pelas cláusulas e condições abaixo discriminadas:

CLÁUSULA PRIMEIRA – OBJETO

O presente convênio tem por finalidade estabelecer os procedimentos entre as partes para a concessão de benefícios e condições especiais pela CONVENENTE , aos colaboradores, associados e seus dependentes, da CONVENIADA.

CLÁUSULA SEGUNDA – OBRIGAÇÕES DAS PARTES

  1. a) A CONVENIADA se compromete a:
  2. Divulgar por meio de seus veículos internos de comunicação as ofertas e promoções da CONVENENTE;
  3. Informar aos seus associados a possibilidade de fazer uso dos benefícios objeto deste convênio, os interessados deverão apresentar à CONVENENTE declaração de vínculo e/ou a carteira de associado da CONVENIADA.
  1. b) A CONVENENTE se compromete a:
  2. Conceder aos colaboradores, associados e seus dependentes, da CONVENIADA os seguintes benefícios:

1.1. Utilização das piscinas, quadra de esporte, churrasqueiras, salão de festas e demais áreas de lazer, mediante prévio agendamento e pagamento de taxas de uso;

1.2. Os colaboradores, associados e seus dependentes, da CONVENIADA terão desconto de até 40% (quarenta por centos) no pagamento das taxas de uso das instalações do COPMPR;

1.3. O pagamento de taxas e outros valores referentes ao uso das instalações, será realizado diretamente à CONVENENTE;

1.3. As instalações e as regras de utilização, serão definidas pela CONVENENTE;

Curitiba, 16 de setembro de 2023.

Cel. PM RR Izaias de Farias

Presidente do Conselho Diretor do COPMPR

CONVENENTE

Cel. PM RR Luiz Rodrigo Larson Carstens

Presidente do Conselho de Administração da ASSOFEPAR

CONVENIADA

Nova parceria Clube dos Oficiais e Assofepar Read More »

Rolar para cima